Ato n.º 3486891

Informações Básicas

Código3486891
Cód. de Registro de Informação (e-Sfinge)Não configurado
Publicação
SituaçãoPublicado
EntidadePrefeitura municipal de Iomerê
URL de Origem
Data de Publicação20/12/2021
CategoriaLeis
TítuloLEI Nº 987, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2021
Arquivo Fonte1639762036_lei_987__plano_de_turismo_iomer__verso_final_15.10.21.docx
Conteúdo

LEI Nº 987, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2021.

APROVA O PLANO ESTRATÉGICO TURÍSTICO DO MUNICÍPIO DE IOMERÊ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

A PREFEITA MUNICIPAL DE IOMERÊ, no uso das atribuições que lhe são conferidas, com fulcro na Lei Orgânica, e demais legislação aplicável, faço saber que a Câmara de Vereadores aprovou e eu sanciono a seguinte lei:

Art. 1º. Fica aprovado o Plano Estratégico Turístico do Município de Iomerê – Santa Catarina, cuja cópia fica fazendo parte integrante deste, conforme Anexo I.

§ 1º O Plano Estratégico Turístico do Município de Iomerê – Santa Catarina terá vigência no período de 2020-2025.

§ 2º As metas previstas no plano estratégico serão cumpridas no seu prazo de vigência.

Art. 2º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Iomerê (SC), 08 de dezembro de 2021.

LUCI PERETTI

Prefeita de Iomerê/SC

ANEXO I

PLANO ESTRATÉGICO TURÍSTICO DO MUNICÍPIO DE IOMERÊ REFERENTE OS EXECÍCIOS DE 2020 A 2025

PARCEIROS

Conselho Municipal de Turismo de Iomerê

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO TURÍSTICO

DO MUNICÍPIO DE IOMERÊ

EMPRESA CREDENCIADA AO SEBRAE/SC

BRISE CONSULTORIA E TREINAMENTOS LTDA

Etapa 2 – Elaboração do Plano Estratégico Turístico de IOMERÊ

AJUSTES E ATUALIZAÇÕES DE INFORMAÇÕES COM BASE NA ETAPA 1 DE DEZEMBRO DE 2020

Etapa 1 – Dezembro 2020

Etapa 2 – Setembro 2021

SUMÁRIO

Apresentação

06

Introdução

07

Metodologia

10

Diagnóstico de Cenário

11

Cenário Global, Nacional e Estadual

11

Cenário do Município de IOMERÊ

12

Cenário do Turismo do Município de IOMERÊ

16

Análise SWOT

19

Planejamento Estratégico do Turismo Local

20

Diretrizes do Turismo de IOMERÊ

20

Missão

20

Visão de Futuro

20

Princípios da Coletividade

20

Objetivos Estratégicos

21

Ações Estratégicas

21

Responsáveis na Condução e Implantação das Ações Estratégicas

22

Metas Gerais

26

Resultados Esperados

27

Considerações

28

ANEXOS

29

Anexo 01 – Listas de Presenças

Anexo 02 – Registros fotográficos

PLANO ESTRATÉGICO TURÍSTICO DO MUNICÍPIO DE IOMERÊ

11

APRESENTAÇÃO TÉCNICA

ETAPA 1 – Início Elaboração Plano Gestão 2017/2020

LUCIANO PAGANINI

Prefeito

PREFEITURA

MILTO LUIZ BORGA

Vice-Prefeito

MAURÍCIO BRIDI

Secretário de Educação, Cultura, Esporte e Turismo

MÁRCIO ÉDER MORELATTO

Chefe de Departamento de Cultura e Turismo

ETAPA 2 – Atualização e Conclusão do Plano Gestão 2021/2024

LUCI PERETTI

Prefeita

EMANUEL SIPP

Vice-Prefeito

EDERSON LEOBET

Secretário de Educação, Cultura, Esporte e Turismo

MARINES MAKSIMAVIC COLISSI

Diretora de Cultura e Turismo

CONSELHO MUNICIPAL DE TURISMO

Representante do Poder Executivo

Ricardo Peretti Josnei Bavaresco Ederson Leobet

Marinês Maksimavc Colissi

Representante do Poder Legislativo

Márcio Santini

Aleomar Agostinho Penso

Representantes do Comércio e Indústria

Alessandra Sovrani Vanderlei Silvio Cantú

Representante Clube de Mães

Débora Ferreira de Souza

Representante Clube do Idoso

Ignes Rech

Representante da COOVICAP

Carlos Alberto da Silva

EQUIPE TÉCNICA SEBRAE/SC

SUELI BERNARDI

Gerente Regional Meio Oeste do Sebrae/SC

LIZANDRA MEDEIROS

Analista da Gerencia Regional Meio Oeste

ESPECIALISTAS CREDENCIADAS AO SEBRAE/SC

LÉIA TEREZINHA GHIZONI DE MACEDO

Bacharel em Turismo e Administração Hoteleira; Bacharel em Biologia; Pós- Graduada em Cerimonial, Protocolo, Etiqueta e Eventos Institucionais; MBA Executivo em Formação de Consultores Empresariais. Cadastro Técnico Federal IBAMA: 6521037

NEUSA APARECIDA DE OLIVEIRA

Bacharel em Turismo e Administração Hoteleira; MBA em Estratégias de Marketing; MBA Executivo em Formação de Consultores Empresariais. Cadastro Técnico Federal IBAMA: 6516461

BRISE CONSULTORIA E TREINAMENTOS LTDA

Rua Florianópolis, 11, centro – Herval d’Oeste/SC

Empresa Certificada nos programas de Qualidade Turística do Rota da Amizade C&VB

Empresa Certificada no CADASTUR – Programa do Ministério do Turismo inscrito como PRESTADOR ESPECIALIZADO EM

SEGMENTOS TURÍSTICOS

APRESENTAÇÃO

O Plano Estratégico Turístico de Iomerê 2021/2025 é um documento que reúne princípios orientadores para o desenvolvimento e fortalecimento da atividade turística no município. O objetivo desse plano é estabelecer diretrizes para a implantação do turismo de forma compartilhada, respeitando a competência de cada órgão, entidade e envolvidos para a qualificação como destino turístico.

O planejamento é uma forma de concretizar as ideias, estimulando sonhos e organizando os pensamentos para se tornarem realidade. O conjunto de ações públicas e privadas combinado com ações regionais, desperta interesse em visitantes que buscam opções diferenciadas para permanecer mais tempo na região. O município tem atividades complementares ao turismo regional, estando próximo de Arroio Trinta, Treze Tílias, Videira localidades indutoras do turismo e que fazem parte do roteiro regional Rota da Amizade.

A atividade turística em Iomerê é uma consequência de trabalhos iniciados em 2019 com a intensão de identificar as potencialidades e formatar uma rota turística.

Considerando a complexidade para desenvolver o Turismo com profissionalismo, seriedade e, atendendo a legalidade do setor, bem como por ser uma área inovadora para o município, tornou-se essencial a contratação de um prestador de serviço especializado para planejamento e orientações na implantação de ações voltadas ao alcance dos objetivos, profissionalizando o turismo local.

Portanto, com intuito de estabelecer diretrizes para sustentabilidade do turismo local e documentar os projetos a serem executados, foi iniciado em 2020 a construção desse Plano Estratégico Turístico coletivamente com as parcerias entre o Município de Iomerê, por intermédio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Turismo e Sebrae/SC, com o apoio técnico e participativo do Conselho Municipal de Turismo e membros da comunidade local. Em 2021 por solicitação do Conselho Municipal de Turismo a nova gestão reafirmou a parceria com Sebrae/SC para conclusão do documento que será o norteador para o desenvolvimento sustentável do turismo de Iomerê.

INTRODUÇÃO

O Turismo no Brasil representava uma atividade econômica insignificante no início do século passado, praticamente inexistente. A partir da segunda metade do século XX, começa a tomar forma como atividade econômica, mas apenas com a finalidade de atrair consumidores nacionais, devido a mudanças estruturais e principalmente com a industrialização e urbanização das comunidades, e a partir das últimas décadas do século passado, o Brasil passou a ver o turismo também como atrativo internacional e cada dia mais vem representando uma alternativa de geração de renda e emprego, podendo contribuir sobremaneira no desenvolvimento econômico, caso os recursos gerados sejam aplicados em melhoria das condições de vida da população. (RODRIGUES. 1996, p.95 – 107)

A Organização Política do Turismo no Brasil teve início na década de 60 (...) com a criação da EMBRATUR (Empresa Brasileira de Turismo, atual Instituto Brasileiro de Turismo) em 1966 pelo então presidente da República Marechal Castelo Branco, através do Decreto-Lei nº 55 de 18/11/66, com o objetivo de estimular o desenvolvimento do turismo. A nova empresa trabalhava em direção de uma ampliação da atividade, porém, realizadas ações dispersas que não possuíam dimensões políticas e não conseguiam desenvolver as economias estaduais. Esse esforço para colocar o Brasil no mercado turístico globalizado, com seus núcleos receptores estruturados, significava reconhecer que o turismo era uma fonte de lucros e investimentos e uma atividade altamente rentável para os empresários do Trade (hotéis, agências de viagens, agências de eventos, restaurantes, bares, boates, etc.). (RODRIGUES. 1996, p.95 – 107)

O Turismo obteve atenção especial no Brasil com a criação do Ministério do Turismo como pasta autônoma em 2003 através da Lei nº 10.683, de 28/05/03 e é composto pela “Secretaria Nacional de Estruturação do Turismo, com foco no planejamento, ordenamento, estruturação e gestão das regiões turísticas e a Secretaria Nacional de Qualificação e Promoção do Turismo, voltada para a formalização e qualificação no turismo e para o marketing e apoio à comercialização dos destinos turísticos em âmbito nacional, e pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), na promoção, no marketing e no apoio à comercialização dos produtos, serviços e destinos turísticos brasileiros no exterior”, para fomentar o setor. Fonte: http://www.turismo.gov.br/institucional.html

Conforme consta no Decreto 9.664, de 2 de janeiro de 2019, Art. 1º:

O Ministério do Turismo, órgão da administração federal direta, tem sob sua competência o seguinte:

I - a política nacional de desenvolvimento do turismo;

II - a promoção e a divulgação do turismo nacional, no País e no exterior;

III - o estímulo às iniciativas públicas e privadas de incentivo às atividades turísticas;

IV - o planejamento, a coordenação, a supervisão e a avaliação dos planos e dos programas de incentivo ao turismo;

V - a criação de diretrizes para a integração das ações e dos programas para o desenvolvimento do turismo nacional entre os governos federal, estaduais, distrital e municipais;

VI - a formulação, em coordenação com os demais ministérios, de políticas e ações integradas destinadas à melhoria da infraestrutura e à geração de emprego e renda nos destinos turísticos;

VII - a gestão do Fundo Geral de Turismo - Fungetur; e

VIII - a regulação, a fiscalização, e o estímulo à formalização, à certificação e à classificação das atividades, dos empreendimentos e dos equipamentos dos prestadores de serviços turísticos. Fonte: http://www.turismo.gov.br/%C3%BAltimas- not%C3%ADcias/175-portarias-intra/2019/12276-decreto-n%C2%BA-9-664,-de-2-de-janeiro-de-2019.html

O Turismo é uma atividade que tem uma relação dialética com a sociedade. Do ponto de vista econômico e financeiro o turismo produz riqueza, que se desenvolve graças aos atrativos localizados, utilizando serviços e gerando impostos, por isso nada mais adequado do que concentrar os processos de planejamento e de gerenciamento no município, procurando envolver ao máximo a sua comunidade.

Conceitualmente o Turismo é uma atividade do setor terciário por se tratar basicamente de oferta de serviços. Segundo a OMT – Organização Mundial do Turismo, o Turismo trata de "Atividades das pessoas que viajam ou permanecem em lugares que não o seu ambiente normal por não mais que um ano consecutivo, por lazer, trabalho ou outras razões." (COOPER 2001, p.42) “O turismo é uma atividade econômica mundial que já demonstrou seu papel insubstituível no comércio internacional, definindo seus relacionamentos na troca de bens e serviços.”

O turismo cresce continuamente no mundo, é uma atividade que movimenta bilhões de dólares por ano, gerando milhares de empregos. Tem resultados econômicos diretos e indiretos na economia de um País, provém da despesa realizada pelos turistas dentro dos próprios equipamentos turísticos e de apoio, pelos quais ele paga diretamente por algum bem ou serviço. Os indiretos são resultantes da despesa efetuada pelos equipamentos e prestadores de serviços turísticos, na compra de bens e serviços de outro tipo. Trata-se de um recurso trazido pelo turista, e está sendo gasto por outrem que o recebera do mesmo em primeira mão. Numa terceira etapa de circulação dos recursos dos turistas, estão os efeitos induzidos, que são constituídos pelas despesas realizadas por aqueles que receberam o dinheiro dos prestadores de serviços turísticos e similares.

O turismo é atualmente considerado uma necessidade básica, dentro dos valores da cultura pós- industrial e pós-moderna, nos países em que essa mercadoria pode ser produzida a menor custo e vendida com altos lucros, durante o ano inteiro, provocando uma melhoria na economia da localidade e da região, produzindo assim o efeito multiplicador do turismo.

Entende-se que o turismo tem uma grande força impulsora no desenvolvimento social e econômico; abrangendo os setores primários, secundário e terciário; gera empregos, renda, tributos e divisas. Entretanto, qualquer atividade de apoio à atividade turística pressupõe a existência de um planejamento que leve em consideração os atrativos naturais e sua sustentabilidade, as etnias, as tradições, hábitos e costumes, e os aspectos históricos e culturais das comunidades alvo, assim como sua capacidade empreendedora e de investimentos e a capacidade renovadora do meio ambiente e da condição humana.

Em Santa Catarina o Turismo foi conduzido desde 1977 pela Santur - Santa Catarina Turismo S/A - empresa de economia mista, que tem como objetivo fomentar e divulgar a política estadual de turismo. Décadas depois foi criada a Secretaria de Estado de Turismo Cultura e Esporte de Santa Catarina, SOL-SC, para promover o desenvolvimento e a integração das atividades turísticas, culturais e esportivas, ficando a Santur responsável pela divulgação do Turismo do Estado.

Conforme consta no site da Santur, em 2019, com a reforma administrativa do Governo do Estado e a necessidade de resolver sobreposições de ações, a SOL e a Santur evoluíram para Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina, permanecendo a sigla Santur. Com sede própria, enxugamento da máquina pública e equipe estratégica, a nova Santur segue valores de transparência, qualidade, integridade, eficiência, agilidade, simplicidade e inovação. Fonte: http://santur.sc.gov.br/index.php/institucional/a-santur

Em 2004 foi implantado pelo Ministério do Turismo, o Programa de Regionalização do Turismo - Roteiros do Brasil, sendo um avanço do programa de Municipalização do Turismo, implantado nos Governos anteriores.

Na Regionalização do Turismo em Santa Catarina, o Estado foi dividido em 13 regiões turísticas. Estas regiões foram divididas respeitando os contrastes geográficos e histórico-culturais e outros aspectos da origem do povo e dos costumes herdados dos descendentes das mais de 20 etnias europeias que imigraram no nosso Estado, durante o período da chamada colonização. Fonte: https://www.google.com.br/ http://www.sol.sc.gov.br/.

Uma nova atualização do Mapa Turístico Nacional ocorreu em 2019, após a aprovação pelo Ministério do Turismo (MTur), da criação de uma nova região turística em Santa Catarina, o Vale dos Imigrantes, no Meio Oeste catarinense, o qual IOMERÊ está inserido. Com isso, SC passa a ter 13 regiões turísticas.

METODOLOGIA

Para formatação desse plano foram utilizadas informações coletadas nas oficinas de planejamento utilizando o método SWOT (sigla dos termos em inglês Strengths (Forças), Oportunities (Oportunidades), Weaknesses (Fraquezas) e Threats (Ameaças) trazida para o português com a sigla FOFA). A Análise SWOT é uma ferramenta utilizada para planejamento estratégico que consiste em recolher dados importantes que caracterizam o ambiente interno (forças e fraquezas) e externo (oportunidades e ameaças).

A elaboração do Plano Estratégico Municipal de Turismo de IOMERÊ teve início com a mobilização do desenvolvimento do turismo envolvendo a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Turismo e o Conselho Municipal de Turismo. Foram realizadas atividades coletivas que contribuíram sendo, oficinas de turismo, reuniões presenciais e on-line. Realizadas visitas in-loco em potenciais e efetivos atrativos turísticos, propriedades rurais, equipamentos turísticos e de apoio, pesquisa, análise de documentos e informações do Departamento de Cultura e Turismo, do histórico do município e de reuniões de planejamento. Após compilação de informações obtidas na construção do planejamento estratégico que nortearam o plano e análise técnica do conteúdo, foi validado junto ao Conselho Municipal de Turismo e finalizado a primeira versão do Plano com etapas iniciais.

Para segunda etapa e finalização do documento foram realizadas reuniões de alinhamento com gestora do departamento de Turismo e encontro coletivo com o Conselho Municipal para análise das ações e inserção de novas ideias a serem executadas nesse plano.

DIAGNÓSTICO DE CENÁRIO

CENÁRIO GLOBAL, NACIONAL E ESTADUAL

Dados de 2018, demonstram que o turismo teve um crescimento mundial de 3,9%, com a contribuição de 10,4% no Produto Interno Bruno (PIB) global o que corresponde a US$ 8,8 bilhões, além de gerar um de cada dez novos empregos no ano. No Brasil o segmento cresce em média 3,1% ao ano, com a participação de 8,1% no PIB brasileiro, o que representa US$ 152,5 bilhões. Gera 7,5% dos empregos no País, ou seja, 6,9 milhões de novas vagas. Em Santa Catarina o turismo representa 12,5% do PIB estadual e emprega aproximadamente 127 mil pessoas. Dados divulgados pela Organização Mundial do Turismo em 2018. Fonte: Notícia Panrotas, 27/08/2018.

O turismo doméstico representa 71,2% da demanda, as pessoas estão viajando mais dentro de seu país e o seguimento de Turismo de Lazer é destaque com 78,5%, já no Brasil é 88% da atividade procurada.

Em 2019 o Ministério do Turismo realizou pesquisa com estrangeiros, sendo que Santa Catarina foi classificado em segunda colocação como Estado mais hospitaleiro com 99,2%.

Pesquisa do Ministério do Turismo apresenta principais segmentos demandados pelos clientes de agências de viagens.

Em 2020 a pandemia Covid-19 afetou drasticamente o setor do turismo. As medidas restritivas necessárias fizeram o setor buscar novas formas de atuação para manter os negócios. Aos poucos o setor se reinventou e se preparou para novas alternativas.

Em 2021 o cenário passa a ter melhoras com a retomada de algumas atividades e consequentemente uma nova demanda passa a surgir no turismo, pois percebe-se que mais pessoas estão valorizando os momentos de lazer e bem-estar com as viagens. Com isso, os destinos precisam estar organizados e preparados para atender as necessidades desse novo cenário. Traçar estratégias e monitorá-las nesse momento é a melhor solução, assim o município está ativamente preparado no momento em que o Turismo retomar com mais intensidade.

CENÁRIO DO MUNICÍPIO DE IOMERÊ

ASPECTOS FÍSICOS, GEOGRÁFICOS E AMBIENTAIS

· Iomerê possui as seguintes coordenadas: latitude 27º00'15" sul e longitude 51º14'32" oeste; altitude de 847 metros; área de 114,735 km²; clima mesotérmico úmido, com verão fresco e temperatura média de 16,9°C; população estimada (em 2019) de 2945 habitantes (dados IBGE).

· Limites do Município ao norte: Arroio Trinta; ao oeste: Treze Tílias; ao sul: Ibicaré e Pinheiro Preto e ao leste: Videira.

ASPECTOS DEMOGRÁFICOS

· Segundo dados do e-SUS 2019, o município de Iomerê conta com uma população assim dividida: feminina, 49,1% e masculina, 50,9%, distribuída por uma localidade (Bom Sucesso) e 10 comunidades rurais.

· A migração no município não é expressiva porque a característica da população é de agricultores proprietários, temos poucas indústrias e o desemprego é baixo. Sendo que desse total possuímos 430 famílias que vivem na zona urbana e 634 na rural. A densidade demográfica é de 24,08 habitantes e majoritariamente são proprietários de suas moradias. Sua origem étnica é composta, em sua maioria, por italianos e alemães. A expectativa de vida no município é de 78,44 anos. O município apresenta baixo nível de pobreza e analfabetismo praticamente inexistente, sendo que é a cidade que menos recebe Bolsa Família no Estado de Santa Catarina, ocupando a 7ª posição nacional, sendo a renda média dos trabalhadores formais de R$ 1.941,73 (Fonte = RAIS - MTE, Ano de Referência = 2016)

Fonte: Secretaria de Educação, Turismo, Cultura e Esporte de Iomerê

ASPECTOS HISTÓRICOS

Caracterização do Município

O nome de Iomerê originou-se da língua tupi-guarani, cujo significado é Clareira Branca ou Campo Branco. O primeiro nome da comunidade foi Fachinal Branco, dado pela Companhia Colonizadora Selbach e Kroeff. Mais tarde, mudou para São Luiz (homenagem ao primeiro colonizador Luiz Nora), depois passou a se chamar Iomerê. O município de Iomerê foi criado pela Lei Estadual n.º 9.898 de 20 de julho de 1995. Pertence à região da AMARP (Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe) e integra a Supervisão Regional de Educação e Gerência Regional de Saúde – com sede em Videira.

História da Colonização

Em 1912 o trem parou na estação de Pinheiro Preto onde desembarcaram várias famílias. Instalaram- se num campo aberto pelos índios e caboclos, denominado Fachinal Branco. Aos poucos, outras famílias vieram juntar-se aos pioneiros, trazendo suas mudanças em cargueiros. Ao chegarem, derrubaram pinheiros, serraram manualmente, fizeram suas casas cobertas com tabuinhas. Assim, Fachinal Branco foi sendo povoado. Famílias foram chegando, abrindo clarões e picadas na floresta. O transporte passou a ser feito por carroças puxadas por parelhas de bois ou mulas. O comércio era incipiente e a produção se baseava na extração de erva mate com alguns carijos para secagem e pilões para soque. Na agricultura, o milho foi o primeiro produto a ser plantado através de um processo muito rudimentar. Até a colheita ficar pronta os pioneiros serviam-se da caça para alimentação, já que era abundante na região. As próprias famílias fabricavam seus utensílios domésticos: a gamela, o pilão, os armários e móveis, pois não havia pessoal especializado no ramo. Nessa região, tudo o que era produzido também era aproveitado pelas famílias, como a palha de trigo e de milho na confecção de colchões, chapéus e cestos.

Em 1917, Fachinal Branco foi elevado a distrito. Por volta de 1923, com os que chegaram, vieram também os músicos, e assim surgiu uma banda de música com o nome de Santa Cecília. Era ela que abrilhantava as festas da localidade e em inúmeros outros lugares. Foi ainda ela que solenizou a instalação do Município de Caçador. Em 1935, um acontecimento marcou São Luiz: a chegada dos Padres Camilianos e posteriormente a vinda das Irmãs Marcelinas. Em 1º de maio de 1944, São Luiz voltou a ter seu nome de origem: Iomerê, que em tupi-guarani significa Fachinal Branco. Iomerê pertenceu a vários municípios devido aos constantes desmembramentos no estado. Primeiramente pertenceu a Porto União, depois Campos Novos, mais tarde a Joaçaba e, finalmente, em 1944, com a emancipação de Videira, Iomerê tornou-se o 1º Distrito de Videira. A partir do final da década de 80, com a ligação asfáltica entre Videira, Arroio Trinta e Salto Veloso, começou a se pensar na emancipação de Iomerê. Em 1993, formou-se uma comissão com o objetivo de juntar documentação para a emancipação político-administrativa da região que compreendia Iomerê, Bom Sucesso e Linha Paulina. Com a documentação aprovada, foi marcado um plebiscito para o dia 19 de março de 1995. Em 20 de julho do mesmo ano, o Governador do Estado criou o município de Iomerê com a Lei Estadual nº 9.898.

Fonte: Secretaria de Educação, Turismo, Cultura e Esporte de Iomerê

A Cultura em Iomerê

Aspectos Econômicos

O desenvolvimento do município de Iomerê está diretamente associado ao crescimento da economia, com destaque no cenário agrícola catarinense, tanto pela agricultura como pela pecuária. Suinocultura, avicultura e bovinocultura de leite impulsionam o município, produzindo riquezas e fomentando recursos, gerando sustentabilidade e representando 75,08% do movimento econômico municipal (AMARP, 2018). Além desses, estão em ascensão a ovinocultura e a caprinocultura, representando 0,8 % do movimento econômico do município. Entre as culturas da terra, o plantio de milho impera desde o tempo dos colonizadores. O cultivo da uva proporciona a fabricação de vinho apreciado pelas suas características. Predomina também o setor madeireiro, fábrica de esquadrias, construção e reforma de máquina industrial, material metalúrgico, material de construção, indústria de reciclagem, indústria moveleira, importação e exportação de equipamentos para fruticultura e uma diversidade muito grande na área comercial. A economia de Iomerê está baseada em grande medida na agroindústria, principalmente na produção de suínos e aves. A suinocultura e avicultura tecnificadas têm grande importância na economia regional, sendo essas atividades significativas para os agricultores, representando a sua principal fonte de renda. A maioria das propriedades produtoras de suínos e aves está integrada com os frigoríficos e cooperativas da região. Destaca-se que Iomerê desponta como o principal produtor de suínos no Estado de Santa Catarina. Vale ressaltar que a agricultura familiar é bastante expressiva em nosso município sendo que, segundo fonte do Ministério do Desenvolvimento Agrário, há 255 agricultores familiares cadastrados com DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf).

O PIB do município R$ 93.106,04 (IBGE/2015)

Fonte: Secretaria de Educação, Turismo, Cultura e Esporte de Iomerê

Na cultura, o município tem sua riqueza cultural calcada em um movimento que traz desde a parte de estruturação legal até as produções artísticas, os grupos ligados direta e indiretamente à cultura, os patrimônios materiais e imateriais nos quais se destacam ritos religiosos, crenças, sabedoria popular, patrimônios edificados, monumentos, praças, igrejas e mais uma infinidade de referências que evidenciam a cultura local e regional.

No campo das políticas públicas temos os artigos 170, 171 e 172 da Lei Orgânica do Município que garantem os direitos culturais e a Lei de criação do Sistema Municipal de Cultura criada em 30 de agosto de 2019, sob a Lei número 913. Nas expressões culturais destacam-se no artesanato 27(vinte e sete) artesãos, na cultura popular identificamos mestres entre sapateiros, alfaiates, costureiras, benzedeiras, pintores, confeiteiras, doceiras, pedreiros, marceneiros, produtores de alimentos em geral, jardinagem, comerciantes, institutos de beleza, extratores vegetais, num aproximado de 127(cento e vinte e sete) estabelecimentos ou trabalhadores. Nas culturas de migração e imigração temos as etnias predominantes que se destacaram no processo de colonização, sendo a italiana, seguida da alemã. Na música são 41(quarenta e um) músicos entre canto e instrumentos, coros e bandas; na área de teatro temos 1(um) artista. No campo do audiovisual temos 3(três) produtores. Nas criações funcionais temos 4(quatro) que atuam com arquitetura e 3(três) que atuam com arte digital. As oficinas culturais, são oferecidas de violão, flauta doce, banda, dança folclórica, artesanato e coral. Ligados direta e indiretamente à arte e à produção cultural, estão presentes no município os CTG’s, eventos comunitários, entre outros. Como profissionais da área cultural para formação em oficinas, cursos e palestras o município conta com 12(doze) integrantes.

O município conta com 1(uma) Biblioteca Municipal e 4(quatro) bibliotecas escolares, papelaria, fotógrafos, comércios de aviamentos e tecidos. Tem 7(sete) provedores de internet com duas operadoras de celular que atendem o município. Não possuí emissoras de TV e de Rádio, porém consegue sinal de municípios próximos. Registramos ainda 18(dezoito) salões comunitários, auditório, 4(quatro) ginásios, praça, áreas de lazer, vários espaços turísticos, 4(quatro) escolas e incrivelmente possui 25(vinte e cinco) igrejas. De construções históricas, destaca-se: Igreja Matriz São Luiz Gonzaga; Centro de Convenções São Camilo; Prefeitura Municipal; Juvenato Santa Marcelina; e Gruta Nossa Senhora de Lourdes. Possui restaurantes, 1(um) hotel, 6(seis) bares, 6(seis) confeiteiras, 34(trinta e quatro) produtores coloniais, 7(sete) clubes e 23(vinte e três) associações. “Este é o legado que precisamos preservar, manter e prospectar para o crescimento cultural do nosso lugar”. Fonte: Secretaria de Educação, Turismo, Cultura e Esporte de Iomerê.

CENÁRIO DO TURISMO NO MUNICÍPIO DE IOMERÊ

O município de IOMERÊ integra o Mapa Nacional Brasileiro Turístico. A comprovação está por meio da certificação concedida pelo Ministério do Turismo em 2019.

ATENÇÃO!

Para manter a certificação válida, é preciso renovar a cada dois anos conforme orientações do Ministério do Turismo.

O município de IOMERÊ está inserido na região turística Vale dos Imigrantes e participa da Instância de Governança Regional.

O município de IOMERÊ faz parte do Rota da Amizade Convention & Visitors Bureau

Adesão em agosto/2021

Em 2019 foram realizadas oficinas de turismo com a participação de empresários, entidades, artesãos, produtores rurais e membros da comunidade local foi o princípio para o entendimento do que é turismo, benefícios e possibilidades de desenvolvimento econômico para o município.

Os encontros permitiram a integração do grupo e discussões para evolução do turismo de Iomerê.

Conforme consta no Art.2º na Lei Geral do Turismo 11.771/2008, considera-se turismo:

“as atividades realizadas por pessoas físicas durante viagens e estadas em lugares diferentes do seu entorno habitual, por um período inferior a 1(um) ano, com finalidade de lazer, negócios ou outras.”

O potencial turístico de Iomerê se confirma com o levantamento de equipamentos turísticos e apoio, gastronomia típica e eventos culturais representativos para o turismo, conforme descrito na sequência:

EQUIPAMENTOS TURÍSTICOS E DE APOIO

· Meios de hospedagem

· Restaurantes, Panificadora

· Sítios rurais

· Venda produtos da Terra

· Oficinas de Artesanato

· Pesque e Pague

· Propriedade de Cachaça Artesanal

· Propriedade de Orquidário

· Propriedade de Ovinos

· Cantinas de vinho e parreirais de uva

· Agricultura Familiar Hidropônico

· Agricultura Familiar Verduras

· Espaços de lazer Sede dos Amigos

· CTG

· Cooperativa Ovinos e Caprinos

· Comunidade de Bom Sucesso - Santa Paulina

· Acervos históricos

· Morro das Antenas

· Prédios históricos: Antigo Juvenato, Centro de Convenções, Casas antigas

· Villagio Santa Marcelina

· Monumento Tropeiros

· Igreja Católica

· Gruta subterrânea

· Praças

· Carne suína

GASTRONOMIA TÍPICA

· Carne de ovelha

· Galinha caipira

· Lasanha

· Massas

· Polenta

· Salame

· Tortei

EVENTOS CULTURAIS

· Festa tradicional alemã

· Festa do Leitão – comunidade Linha Paulina

· Festa Julina

· Arrancadão de Jericos

· Expo Iomerê

ATRAÇÕES CULTURAIS

· Banda musical

· Coral

· Grupo de Flauta

· Danças folclóricas

· Grupo de violão

Roteiros Turísticos Sugeridos Coletivamente

· Encantos da Clareira

· Caminho da Paina

· Caminho da Concha Verde

· Caminhos de Iomerê

· Encantos de Iomerê

Roteiro Turístico APROVADO

ROTA TURÍSTICA

Caminhos de Iomerê

ATENÇÃO!

Nome do roteiro teve aprovação do grupo de trabalho do turismo em 2020. Próxima etapa criar a logomarca turística.

O Roteiro Turístico Caminhos de Iomerê iniciou a estruturação

com 05 pontos turísticos públicos e 16 pontos turísticos privados.

PONTOS TURÍSTICOS PÚBLICO

PONTOS TURÍSTICOS PRIVADO

1. Gruta Santa Paulina Bom Sucesso

2. Gruta subterrânea Nossa Senhora de Lurdes

3. Monumento do Tropeiro

4. Museu Escola Bom Sucesso

5. Parque Santa Paulina Bom Sucesso

6. Praça Municipal Waldemar Kleinubung

7. Praça São Cristóvão e Monumento do Colono

8. Prédio Histórico: Prefeitura

1. Acervo do Seu Bello

2. Artemara Artesanatos

3. Cabanha ZDO

4. Cantina Santini

5. Hotel Iomerê

6. Igreja Católica Matriz São Luiz Gonzaga

7. Igreja de São Paulo - Bom Sucesso

8. Le Sorelle Padaria

9. Mari Terapia Holística

10. Pesque-Pague Cantú

11. Prédios Históricos: Villagio Santa Marcelina, Centro Convenções Camilianos

12. Recanto do Tropeiro

13. Sítio Araucária

14. Sítio Penso

ATENÇÃO!

Com o passar do tempo poderá ocorrer ajustes com adesão e exclusão de pontos turísticos do roteiro, caso haja solicitação ou não estejam seguindo as diretrizes do roteiro turístico.

ANÁLISE SWOT

Os trabalhos foram realizados em grupos, usando o processo andragógico no qual os participantes explicitaram seus conhecimentos e opiniões a respeito dos assuntos abordados. A partir da análise técnica foi incluso itens não identificados e que na visão dos participantes mereceu atenção. Nesse processo foi utilizado etapas da metodologia SWOT com levantamento de Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças.

Forças

Fraquezas

· Existência de riqueza cultural, natural, gastronômica, religiosa, arquitetônica e urbanística

· Bom visual dos jardins das casas e canteiros das avenidas floridas

· Existência de arquitetura histórica do Juvenato, Prefeitura, Centro Convenções, Igreja Católica

· Bom visual do município - organização, limpeza, cuidados

· Boa localização regional, proximidade com destino turístico regional indutor do turismo (Treze Tílias) e o Rota da Amizade Convention & Visitors Bureau

· Preservação da Cultura Italiana e Alemã

· Bom acesso e proximidade da área rural do município e aos pontos turísticos do roteiro

· Existência de vitivinicultura - parreirais de uva próximo a cidade

· Existência de pontos turísticos na comunidade de Bom Sucesso: Parque, Igreja, Museu

· Entusiasmo e amor pelo município por parte dos munícipes

· Existência de Festas tradicionais: Julina, Expoiomerê, Café Colonial do Clube de Mães, Festas de Comunidade, Festa do Leitão, Festa de Final de Ano em Bom Sucesso

· Existência de meios de hospedagens

· Diversidade agropecuária: Suíno, bovino, ovelha, cavalos

· Conselho Municipal de Turismo ativo

· Existência de eventos culturais

· Boa hospitalidade e receptividade do povo

· Atuação ativa da Associação Italiana Beluneze na preservação da cultura italiana

· Existência de serviços de unidades de saúde na cidade e em Bom Sucesso

· Existência de convênios com municípios da região nos serviços de saúde

· Existência de vídeo monitoramento

· Falta de preparo da população em prestar informações direcionadas ao turista

· Falta de capacitação e treinamento dos atendentes locais

· Precisa melhorar a receptividade

· Falta de conhecimento e reconhecimento pela população em perceber que Iomerê tem potencial turístico

· Carência na percepção do valor cultural do município

· Falta resgate do artesanato local para desenvolver uma identidade local

· Falta de integração entre entidades e segmentos turísticos e

culturais

· Falta coletividade das entidades nas atividades realizadas no município

· Falta levantamento mais aprofundado dos bens imateriais

· Insuficiente estrutura para atendimento ao turismo

· Falta divulgação dos produtos já consolidados turisticamente

· Falta participação do município nos roteiros turísticos regionais consolidados

· Falta identidade visual/marca do turismo de Iomerê

· Dificuldade na formalização de empresas rurais familiares

· Carência de produtos variados no comércio local

Ameaças

Ausência de Banco 24 horas Questões climáticas Pandemias

Oportunidades

· Existência de serviços de segurança pública: Polícia Militar e Policia Civil

· Existência de sinal de celular tim e vivo

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO TURISMO LOCAL

Transformar sonhos, ideias e ações em resultados não é uma tarefa simples, exige muito empenho, dedicação e comprometimento. O Planejamento Estratégico proporciona condições de obter clareza do propósito dos trabalhos com a definição de objetivos, metas e ações fundamentais para uma jornada de resultados. Saber onde se está, idealizar o futuro e ter conhecimento dos princípios que norteiam os caminhos, ajuda na transformação do cenário almejado.

“Os propósitos são os impulsos, as motivações maiores que fornecem forças que direcionam a organização para os caminhos que ela escolher”. (VANIN E RANCICH FILHO, 2013, p.52)

DIRETRIZES DO TURISMO DE IOMERÊ

1. Desenvolvimento do turismo local

2. Profissionalização da oferta turística

3. Promoção do roteiro turístico

MISSÃO

Promover o turismo de forma integrada e sustentável, encantando o turista pela diversidade e visando o desenvolvimento econômico do município por meio da rota turística Caminhos de Iomerê.

VISÃO DE FUTURO

Proporcionar aos visitantes encantamento com a receptividade, gastronomia, religiosidade, arquitetura, urbanismo e paisagens naturais, preservando os valores e gerando novas oportunidades no município até 2025.

PRINCÍPIO DA COLETIVIDADE

· Honestidade

· Simplicidade

· Religiosidade

· Respeito

· Preservação e valorização das culturas étnicas e familiares

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

1. Desenvolvimento e fortalecimento do turismo local de forma integrada

2. Qualificação do trade turístico e da população para o turismo

3. Promoção e comercialização turística local e regional

AÇÕES ESTRATÉGICAS

1. Desenvolvimento e fortalecimento do turismo local de forma integrada

1.1. Implantar sinalização turística no município

1.2. Desenvolver de forma integrada o calendário municipal de eventos 1.3.Identificar novos possíveis pontos turísticos

1.4.Ter um espaço com informações turísticas 1.5.Revitalizar o Morro das Antenas

1.6.Criar circuitos diferenciados no roteiro turístico Caminhos de Iomerê 1.7.Realizar o evento de natal

1.8.Manter o embelezamento da cidade

2. Qualificação do trade turístico e da população para o Turismo

2.1. Fortalecer os empreendimentos turísticos com consultorias e capacitação para melhorar os espaços de visitação 2.2.Sensibilizar os munícipes sobre os potenciais turísticos do município como oportunidade de melhoria em emprego e

renda

2.3. Qualificar o atendimento turístico sem perder as características locais

2.4. Realizar visitas interna para munícipes conhecerem o roteiro Caminhos de Iomerê 2.5.Levar o turismo para sala de aula por meio de programas de educação turística 2.6.Fomentar o desenvolvimento de monitores de turismo local

2.7.Fortalecer o artesanato local para ter produtos turísticos

3. Promoção e comercialização turística local e regional

3.1. Realizar campanha de divulgação do turismo de Iomerê por meio de concurso fotográfico

3.2. Utilizar canais para divulgação dos eventos locais de forma integrada

3.3. Integrar Iomerê nas ações de turismo regional

3.4. Definir a identidade turística do município “temática”

3.5. Criar a logomarca e o material de divulgação do roteiro Caminhos de Iomerê 3.6.Lançar o roteiro turístico Caminhos de Iomerê

3.7. Incentivar empresas a se cadastrar no CADASTUR

3.8. Elaborar as estratégias de marketing do roteiro turístico Caminhos de Iomerê

RESPONSÁVEIS NA CONDUÇÃO E IMPLANTAÇÃO DAS AÇÕES ESTRATÉGICAS

Para melhor gestão do Plano Estratégico Turístico de IOMERÊ, foram envolvidos setores e entidades afins que ficaram responsáveis pela condução e implantação das ações. Com isso cada equipe saberá sua responsabilidade, podendo contribuir com os demais grupos. O objetivo final é fortalecer o turismo e alcançar os objetivos estabelecidos, atingir as metas e obter resultados.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, CULTURA, ESPORTE E TURISMO – DIRETORIA DE TURISMO

Estratégia 1: Desenvolvimento e fortalecimento do turismo local de forma integrada

AÇÕES

FINALIDADE

PARCEIROS

PRAZO INICIAL

PRAZO FINAL

META

Implantar sinalização turística no município

Ter uma sinalização adequada para indicação dos

pontos turísticos locais aos turistas

Conselho Municipal de Turismo

01/10/2021

01/10/2022

01 projeto de sinalização criado e implantado até 01/10/2022

Desenvolver de forma integrada o calendário municipal de eventos

Para organizar os eventos locais de forma integrada

Conselho de Turismo e Cultura, Roteiro e

entidades

13/10/2021

20/02/2022

01 calendário de eventos elaborado até 20/02/2022

Identificar novos possíveis pontos turísticos

Ampliar as opções de passeios no roteiro Caminhos de Iomerê

Epagri, Conselho Municipal de Turismo

03/08/2021

30/11/2022

01 relação de novos potenciais turísticos elaborada até 03/09/2021

100% das visitas a novos pontos turísticos efetuadas até 30/10/2021

01 levantamento de novos empreendimentos identificados até 30/11/2021

01 levantamento de novos

empreendimentos identificados até 30/11/2022

Ter um espaço com informações turísticas

Turista ter um ponto estratégico para buscar informações sobre turismo local

como um mapa digital turístico

Conselho Municipal de Turismo, Secretaria de Administração

02/02/2022

02/05/2022

01 espaço com informações turísticas implantado até 02/05/2022

Revitalizar o Morro das Antenas

Ter um espaço estruturado para visitantes e munícipes

Conselho Municipal de Turismo, Epagri e demais entidades

01/09/2021

30/11/2024

01 espaço possível de ser utilizado até 30/11/2024

Fomentar o evento de Natal

Deixar a cidade mais bonita e em clima natalino

Conselho Municipal de

Turismo e de

01/09/2021

25/12/2025

01 evento de natal realizado até 25/12/2021

01 evento de natal realizado

Cultura e entidades

até 25/12/2022

01 evento de natal realizado até 25/12/2023

01 evento de natal realizado até 25/12/2024

01 evento de natal realizado

até 25/12/2025

Manter o embelezamento da cidade

Manter a cidade florida, limpa e com boa aparência

Secretaria de Urbanismo

01/08/2021

30/11/2024

100% da cidade com embelezamento mantido até 30/11/2021

100% da cidade com embelezamento mantido até 30/11/2022

100% da cidade com embelezamento mantido até 30/11/2023

100% da cidade com embelezamento mantido até 30/11/2024

Estratégia 2: Qualificação do trade turístico e da população para o turismo

AÇÕES

FINALIDADE

PARCEIROS

PRAZO INICIAL

PRAZO FINAL

META

Fortalecer os empreendimentos turísticos com consultorias e capacitação para melhorar os espaços de visitação

Fortalecer os empreendimentos ofertando serviços e produtos de qualidade aos visitantes

Conselho Municipal de Turismo

01/08/2021

30/11/2023

01 parceria efetivada para consultorias aos empreendimentos até 30/11/2021

01 parceria efetivada para consultorias aos empreendimentos até 30/01/2022

01 parceria efetivada para consultorias aos empreendimentos até 30/01/2023

Fortalecer o artesanato local para ter produtos turísticos

Ter lembranças do município para os turistas

Conselho Municipal de Cultura, Clubes de mães

01/10/2021

30/11/2022

01 levantamento de pessoas interessadas no artesanato realizado até 30/11/2021

01 projeto de artesanato realizado até 30/11/2022

Estratégia 3: Promoção e comercialização turística local e regional

AÇÕES

FINALIDADE

PARCEIROS

PRAZO INICIAL

PRAZO FINAL

META

Realizar campanha de divulgação do turismo de Iomerê por meio de

concurso fotográfico

Divulgar os atrativos turísticos do município internamente (endomarketing) e

externo

Conselho Municipal de Turismo, entidades

01/08/2022

20/12/2022

01 concurso fotográfico realizado até 20/12/2022

Utilizar canais para divulgação dos eventos locais de forma integrada

Ter ferramentas atualizadas constantemente para uma divulgação eficiente

Conselho Municipal de Turismo

03/08/2021

30/12/2025

100% do site da prefeitura "aba turismo" atualizada até 30/11/2021

100% dos canais de divulgação da prefeitura mantidos

(site do município, redes sociais)

atualizados e utilizados até 30/12/2022

100% dos canais de divulgação da prefeitura mantidos atualizados e utilizados até 30/12/2023

100% dos canais de divulgação da prefeitura mantidos atualizados e utilizados até 30/12/2024

100% dos canais de divulgação da prefeitura mantidos atualizados e utilizados até

30/12/2025

Integrar Iomerê nas ações de turismo regional

Fortalecer o turismo local e divulgar o município regionalmente (Rota da Amizade

C&VB, Vale dos Imigrantes)

Secretaria de Administração, Conselho Municipal de Turismo

03/06/2021

03/08/2021

01 adesão a Rota da Amizade Convetion & Visitors Bureau realizada até 30/08/2021 (possível renovação poderá acontecer anualmente até 2025)

Definir a identidade turística de Iomerê

Para que o município tenha uma temática a evidenciar como elemento de atração

turística

Conselho Municipal de Turismo e Roteiro

Turístico

01/09/2021

30/11/2022

01 identidade turística definida até 30/11/2022

Criar a logomarca e o material de divulgação do Caminhos de

Iomerê

Dar visibilidade ao roteiro turístico Caminhos de Iomerê

Conselho de Turismo

03/08/2021

10/05/2022

01 logomarca criada até 30/11/2021

01 material de divulgação elaborada até 10/05/2022

Lançar o roteiro turístico Caminhos de Iomerê

Tornar o roteiro conhecido, divulgar o município e comercializar o destino

turístico

Conselho de Turismo e Cultura, Roteiro e

entidades

03/08/2021

30/11/2021

01 evento de apresentação do roteiro turístico Caminhos de Iomerê realizado até 30/11/2021

Elaborar as estratégias de marketing do roteiro turístico Caminhos

de Iomerê

Divulgar de forma estratégica o roteiro turístico para torná-lo conhecido

Conselho Municipal de Turismo

30/11/2021

30/10/2022

01 planejamento de marketing elaborado até 30/10/2022

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, CULTURA, ESPORTE E TURISMO – DIRETORIA DE EDUCAÇÃO

Estratégia 2: Qualificação do trade turístico e da população para o turismo

AÇÕES

FINALIDADE

PARCEIROS

PRAZO INICIAL

PRAZO FINAL

META

Levar o turismo para sala de aula por meio de programas de educação turística

Conscientizar os alunos das oportunidades geradas pelo turismo e que refletem em benefícios para população, como geração de emprego e renda (Programa Educando para o Turismo

da Rota da Amizade)

Entidades, Epagri, Secretaria de Turismo, Conselho Municipal de Turismo

01/03/2022

01/12/2022

01 programa de educação turística implantado até 01/12/2022

CONSELHO MUNICIPAL DE TURISMO

Estratégia 1: Desenvolvimento e fortalecimento do turismo local de forma integrada

AÇÕES

FINALIDADE

PARCEIROS

PRAZO INICIAL

PRAZO FINAL

META

Criar circuitos diferenciados no roteiro turístico Caminhos de Iomerê

Ter opções para atender públicos diferenciados (religioso, histórico, natureza,

aventura, gastronômico, rurais, esportivo, etc.)

Secretaria de Turismo, Epagri, roteiro

10/02/2022

10/12/2022

01 circuito turístico criado até 10/12/2022

Estratégia 2: Qualificação do trade turístico e da população para o turismo

AÇÕES

FINALIDADE

PARCEIROS

PRAZO INICIAL

PRAZO FINAL

META

Sensibilizar os munícipes sobre os potenciais turísticos do município como oportunidade de melhoria em emprego

e renda

Maior envolvimento da sociedade e valorização do turismo local

Secretaria de Turismo, Epagri, roteiro

03/08/2021

10/08/2024

01 evento de sensibilização realizado até 10/08/2022 01 evento de sensibilização realizado até 10/08/2023 01 evento de sensibilização realizado até 10/08/2024

Qualificar o atendimento turístico sem perder as características locais

Preparar os envolvidos no turismo para bem receber os visitantes mantendo suas essências culturais

Roteiro Turístico, Secretaria de Turismo e Epagri

03/03/2022

30/11/2024

01 curso de qualificação turística realizado até 30/11/2021

01 curso de qualificação turística realizado até 30/11/2022

01 curso de qualificação turística realizado até 30/11/2023

01 curso de qualificação turística realizado até 30/11/2024

Fomentar o desenvolvimento de monitores de turismo

local

Ter pessoas preparadas para conduzir os turistas que chegam no município

Secretaria de Turismo, roteiro turístico

03/04/2022

31/10/2022

01 treinamento de monitores de turismo realizado até 31/10/2022

Realizar visitas interna para munícipes conhecerem o roteiro

Caminhos de Iomerê

Tornar os pontos turísticos conhecidos internamente para população saber divulgar quando necessário

Secretaria de Turismo

01/09/2021

30/11/2022

01 visita técnica realizada até 30/11/2021

01 visita técnica realizada até 30/09/2022

Estratégia 3: Promoção e comercialização turística local e regional

AÇÕES

FINALIDADE

PARCEIROS

PRAZO INICIAL

PRAZO FINAL

META

Incentivar empresas a se cadastrar no CADASTUR

Melhorar a classificação do município no mapa do turismo nacional e promover a divulgação dos empreendimentos locais

Secretaria de Turismo

08/02/2021

31/12/2025

05 novas empresas cadastradas até 30/11/2021 05 novas empresas cadastradas até 30/11/2022 05 novas empresas cadastradas até 30/11/2023 05 novas empresas cadastradas até 30/08/2024

CURTISSÍMO PRAZO –

até 6 meses

MÉDIO PRAZO

- até 03 ANOS

CURTO PRAZO - até 01 ANO

LONGO PRAZO

– até 05 ANOS

METAS GERAIS

· 01 adesão a Rota da Amizade Convetion & Visitors Bureau realizada até 30/08/2021

· 01 relação de novos potenciais turísticos elaborada até 03/09/2021

· 100% das visitas a novos pontos turísticos efetuadas até 30/10/2021

· 01 visita técnica realizada até 30/11/2021

· 01 curso de qualificação turística realizado até 30/11/2021

· 100% do site da prefeitura "aba turismo" atualizado até 30/11/2021

· 01 evento de apresentação do roteiro turístico Caminhos de Iomerê realizado até 30/11/2021

· 05 novas empresas cadastradas no Cadastur até 30/11/2021

· 01 parceria efetivada para consultorias aos empreendimentos até 30/11/2021

· 01 levantamento de novos empreendimentos identificados até 30/11/2021

· 01 logomarca criada até 30/11/2021

· 100% da cidade com embelezamento mantido até 30/11/2021

· 01 evento de natal realizado até 25/12/2021

· 01 parceria efetivada para consultorias aos empreendimentos até 30/01/2022

· 01 calendário de eventos elaborado até 20/02/2022

· 01 espaço com informações turísticas implantado até 02/05/2022

· 01 material de divulgação elaborado até 10/05/2022

· 01 evento de sensibilização realizado até 10/08/2022

· 01 visita técnica realizada até 30/09/2022

· 01 projeto de sinalização criado e implantado até 01/10/2022

· 01 treinamento de monitores de turismo realizado até 31/10/2022

· 01 planejamento de marketing elaborado até 30/10/2022

· 01 identidade turística definida até 30/11/2022

· 01 curso de qualificação turística realizado até 30/11/2022

· 05 novas empresas cadastradas até 30/11/2022

· 01 levantamento de novos empreendimentos identificados até 30/11/2022

· 100% da cidade com embelezamento mantido até 30/11/2022

· 01 programa de educação turística implantado até 01/12/2022

· 01 circuito turístico criado até 10/12/2022

· 01 concurso fotográfico realizado até 20/12/2022

· 01 evento de natal realizado até 25/12/2022

· 100% dos canais de divulgação da prefeitura sendo utilizados até 30/12/2022

· 01 parceria efetivada para consultorias aos empreendimentos até 30/01/2023

· 01 evento de sensibilização realizado até 10/08/2023

· 01 curso de qualificação turística realizado até 30/11/2023

· 05 novas empresas cadastradas até 30/11/2023

· 100% da cidade com embelezamento mantido até 30/11/2023

· 01 evento de natal realizado até 25/12/2023

· 100% dos canais de divulgação da prefeitura sendo utilizados até 30/12/2023

· 01 evento de sensibilização realizado até 10/08/2024

· 01 curso de qualificação turística realizado até 30/11/2024

· 01 espaço possível de ser utilizado até 30/11/2024

· 100% da cidade com embelezamento mantido até 30/11/2024

· 01 evento de natal realizado até 25/12/2024

· 100% dos canais de divulgação da prefeitura sendo utilizados até 30/12/2024

· 01 evento de natal realizado até 25/12/2025

· 100% dos canais de divulgação da prefeitura sendo utilizados até 30/12/2025

RESULTADOS ESPERADOS

· Turismo de Iomerê estruturado e fortalecido

· Infraestrutura dos pontos turísticos adequadas para o turismo

· Trade turístico integrado para execução das ações do turismo

· Boa participação do trade turístico nas capacitações

· Aumento de empresas cadastradas no CADASTUR

· Roteiro turístico sendo comercializado

· Aumento de turistas no município

· Fortalecimento de Iomerê no turismo regional

· Organização e integração dos eventos municipais

· Oportunizar a todos igualdade e direito

CONSIDERAÇÕES

Com o Planejamento Estratégico Municipal do Turismo de Iomerê 2020/2025 foi possível um novo direcionamento na gestão do turismo local, que de forma coletiva definiu as diretrizes para um turismo sustentável. O planejamento estratégico proporcionou condições de olhar internamente e deixar explícito a missão do município diante do turismo como uma alternativa de incremento na economia local, projetar o que se pretende para o futuro do município com o turismo e os princípios base preservados pela comunidade local.

Os trabalhos foram conduzidos de forma a desenvolver ações coletivas integrando os membros do poder executivo, entidades, colaboradores e comunidade local que estavam focados no fortalecimento da atividade turística local. Foram realizadas reuniões de planejamento, levantamentos, pesquisas, análise de informações e visitas in-loco analisando o potencial e a efetiva vocação do município para com o Turismo. Com base na análise de cenário foi possível estruturar esse plano e dar direcionamento para o município e o Conselho Municipal de Turismo conduzirem o turismo interno.

A partir das diretrizes do turismo validadas pelo grupo nesse plano: 1) Desenvolvimento do turismo local; 2) Profissionalização da oferta turística; 3) Promoção do roteiro turístico, foram estabelecidos 03(três) objetivos estratégicos. E para alcançar esses objetivos foram elaborados 23(vinte e três) ações estratégicas e 44(quarenta e quatro) metas a serem executadas até 2025.

Ressalta-se que, será fundamental o comprometimento de todos os envolvidos buscando alternativas para alcançar com êxito os objetivos, metas e resultados nos prazos estabelecidos. Vale reforçar que a projeção para desenvolver o turismo sustentável, irá primeiramente beneficiar a população local, que terá melhor infraestrutura, visual agradável, melhores condições de emprego e renda, entre outros benefícios intangíveis. Assim o turismo estará contribuindo no desenvolvimento econômico local.

Como todo negócio, o turismo precisará estar em constantes adequações para manter-se no mercado turístico e ser desejado pelos turistas. O visitante busca por lugares aconchegantes, tranquilos, com belezas naturais e cenários diferentes para aproveitar os momentos de trabalho e lazer, conhecendo assim a localidade por onde passa. E para ganhar força e obter maior visibilidade, será fundamental a integração com municípios vizinhos, rotas regionais, receptivos locais e movimentos regionais focados no turismo, pois isso, será a base para o alinhamento a nível estadual e nacional. Seguindo as diretrizes do turismo no município, o engajamento de pessoas nas ações e divulgação de roteiros turísticos, não há dúvidas que Iomerê terá sucesso desejado no turismo.

Parabéns a todos os envolvidos e sucesso na implantação das ações!

Pensar é importante! Escrever é importante!

Mas somente a ATITUDE dirá se o pensamento e a escrita valeram a pena!

BriSe Consultoria e Treinamento Ltda

ANEXOS

ANEXO 01 - LISTAS DE PRESENÇAS PARTICIPANTES DA CONSTRUÇÃO PLANO MUNICIPAL DE TURISMO

ANEXO 02 – REGISTRO FOTOGRÁFICO

Registros Fotográficos 2021

Registros Fotográficos 2020

Registro de Reunião On-Line

Informações Complementares

SubcategoriaLei Ordinária
StatusNão Informado
Número987
Ano2021
Epígrafe
Ementa
Assuntos Relacionados
Projeto de Lei
Data de Sanção08/12/2021
Data de Início de VigênciaNão configurado
Data de RevogaçãoNão configurado